Visual Merchandising: técnicas para linha pet e aumento de vendas

Visual Merchandising: técnicas para linha pet e aumento de vendas

Entender como expor produtos e preparar ambientes pode se tornar uma alternativa para ampliar o envolvimento de quem o procura até transformar consumidores em clientes fiéis e trazer uma nova cara para a loja.

O visual é de grande importância para estimular o olhar dos clientes, por isso, caprichar no ambiente da linha de produtos de PET é totalmente válido e importante no seu negócio, melhorando o seu visual merchandising. Mas você já chegou a dar a devida atenção para esses detalhes?

A partir do momento que são aplicadas essas técnicas, será construído um conjunto de pontos estratégicos para a linha, como layout, iluminação, embalagens que combinam com certos produtos, sinalização, e até mesmo o uniforme dos funcionários se for necessário.

O ambiente deverá ser construído com objetivo de tornar propício para a compra dos produtos, onde toda a organização seguirá um sentido e informará o cliente dos diferenciais. No final das contas, a compra do produto vai muito além do preço, mas a experiência que o consumidor espera vivenciar na loja.

Estima-se que 70% das vendas relacionadas a linha está ligada diretamente ao PDV (ponto de venda), com objetivo único que é influenciar a decisão de compra, por isso, é importante colocar sempre em evidências as suas estratégias. E 80% dos nossos estímulos são visuais, reforçando a ideia de praticar um bom visual merchandising no negócio, onde geralmente envolvem experiências de compras positivas, fortificando os laços entre a loja e o cliente.

Na linha dedicada ao Pet Shop, é importante ressaltar todos os conceitos que compõem o layout, como por exemplo, as cores, decoração, fachada, vitrine e o mobiliário, mostrando um padrão da marca ligando com as estratégias.

Dica 1: Evitar Barreiras

Quanto menos dificuldade para percorrer os corredores melhor, deixando espaços bem distribuídos, permitindo a melhor circulação dos clientes.

Dica 2: Escolha bem o mix de produtos com seu representante:

Deve casar diretamente com a estratégia de visual merchandising e de estoque para ter rotatividade e controle.

Dica 3: Compras em excesso para loja pequenas:

deverá ser feito um estudo de quais produto da linha pet são interessantes ao seu público e que façam parte da sua estratégia, e que não faça você ter acúmulo de produtos com baixa rotatividade.

Dica 4: Definição dos pontos da loja:

Normalmente o seu cliente busca diretamente quais regiões da loja? Conhecido como pontos quentes e frios, é importante identificar, e fazer alteração de layout para que o consumidor encontre as diferenças ao retornar na loja.

Dica 5: Localização de produtos chave:

como por exemplo, brinquedos de borracha, ração, petiscos etc. Produtos que são procurados com bastante frequência pelos consumidores. Colocando-os visualmente fácil, irá puxá-lo para os demais produtos da linha PET.

brinquedo de borracha para pet
Cachorro brincando com brinquedo de borracha

Dica 6: Limpeza e organização:

Um dos pontos que mais ficam na mente do consumidor em relação ao pet, é a higiene, logo a sua loja precisa demonstrar limpeza, organização, cheiro, etc. que façam despertar a lembrança da compra de produtos relacionados.

Dica 7: Comunicação Visual:

Deixar claro os pontos de encontro dos produtos com maior facilidade, levará o consumidor a não se irritar para encontrar os produtos da linha PET. Alinhados com a estratégia de Visual Merchandising, é importante manter uma boa comunicação visual em sua loja.

Dica 8: Vitrine:

Se a linha PET vende mais brinquedos de borracha, é logicamente claro a inclusão e foco desses produtos na vitrine. Chamando atenção do consumidor para que ele se sinta convidado a entrar na loja e encontrar o que precisa, além de induzi-lo a comprar mais produtos.

Dica 9: Recursos Audiovisuais:

Uma TV com vídeos ou fotos de pets brincando com os produtos, estimula os sentimentos dos consumidores e desperta o desejo de compra.

Dica 10: Datas comemorativas:

fazendo sempre a ligação de datas, como por exemplo, ‘dia do cachorro’, ‘dia do gato’, ‘dia do animal’ etc, mudando a vitrine, trazendo o visual merchandising voltado para esses temas, podem aumentar as suas vendas.

Plus: deixar produtos próximos que podem ser feitos como venda casada, exemplo: perto da ração deixar os comedouros. Atitudes que agregam ainda mais ao negócio.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Categorias

Pesquisa

Ultimos posts